Embaixada de Portugal na Venezuela

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Relações históricas e culturais

A presença portuguesa na Venezuela remonta, de acordo com documentos históricos, ao início do século XVI, quando vários portugueses aqui chegaram. Ao estabelecerem-se em Tierra Firme (nome inicial dado a este país), alguns portugueses ocuparam importantes cargos públicos. É de referir o papel de João Fernandes de Leão Pacheco, originário de Portimão, fundador da cidade de Guanare, no atual Estado venezuelano de Portuguesa e um dos antepassados de Simón Bolívar, herói nacional da Venezuela e de outras nações sul-americanas.

Também há referências históricas a famílias portuguesas que chegaram a outras regiões venezuelanas, como Maracaibo (no atual Estado Zulia), Mérida (nos Andes venezuelanos) e outras localidades, dedicando-se maioritariamente ao comércio.

A partir da década de 1950, com o início das vagas de emigração portuguesa para a Venezuela, foram-se constituindo diversas associações com o objetivo de preservar e promover as tradições culturais lusas, quer entre si, quer para o público venezuelano.

No âmbito da sua ação cultural, a Embaixada de Portugal organiza atividades de promoção da cultura portuguesa, muitas vezes em conjunto com as associações luso-venezuelanas, incluindo o Dia Internacional da Língua Portuguesa (5 de maio) e o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas (10 de junho).

Portugal e a Venezuela desenvolvem também uma cooperação ao nível cultural, merecendo destaque a promoção da língua portuguesa, com a possibilidade de introdução do português como língua de opção curricular no sistema de ensino da Venezuela.

Nesse âmbito, o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua (CICL) tem na Venezuela um Coordenador e um Centro de Língua Portuguesa. O CICL também assinou Protocolos de Cooperação com a Universidade Central da Venezuela, a Universidade Pedagógica Experimental Libertador, a Universidade de Carabobo, a Fundação Luso-Venezuelana Camões de Valência e com o Instituto Português de Cultura, para o ensino do português. 

As prioridades de ação cultural de Portugal neste país residem no apoio à rede de docência, a iniciativas culturais e da sociedade civil na divulgação da língua e cultura portuguesas e no treinamento na área da educação e formação, através da atribuição de bolsas de estudo.

A Embaixada de Portugal participa igualmente em várias atividades conjuntas de índole cultural organizadas pela Delegação da União Europeia na Venezuela, tais como o Festival de Cinema "Euroscopio".