Embaixada de Portugal na Venezuela

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Relações comerciais

Em resultado da forte presença da comunidade luso-venezuelana no tecido empresarial da Venezuela, bastante enraizada em todos os setores da sua economia (com destaque para o agroalimentar, distribuição, serviços e construção), desde sempre que a Venezuela se revelou como um parceiro estratégico para as relações comerciais portuguesas.

A Venezuela é neste momento o 133º cliente de Portugal (Portugal é o 27º cliente para este país). A exportação de bens e serviços para a Venezuela em 2017 situou-se nos 159,3 milhões de euros. Esta acentuada diminuição tem também reflexo no número cada vez menor de operadores económicos portugueses no mercado, que em 2017 se encontrou reduzido a 115. Do lado das importações, em 2017 a Venezuela também perdeu preponderância enquanto mercado fornecedor de bens, sendo o nosso 77º principal fornecedor (Portugal é o 39º país da lista de fornecedores para a Venezuela) ao movimentar 164,7 milhões de euros. Até ao final do ano 2017, o saldo da balança comercial de bens e serviços tem sido ligeiramente desfavorável a Portugal, tendo-se verificado um deficit de 5,4 milhões de euros nessa data, a que correspondeu um coeficiente de cobertura das exportações de 96,7%. Esta situação é perfeitamente compreensível se atentarmos que Portugal continuou os seus processos naturais de trocas comerciais com a Venezuela, ao passo que esta, dada a escassez de divisas e constrangimentos económicos, tem diminuído substancialmente todas as suas importações.

Por grupos de produtos, as principais exportações de Portugal para a Venezuela foram, em 2017, metais comuns (construções e suas partes (etc) de ferro fundido, ferro/aço), plásticos e borracha (pneumáticos novos, de borracha), minerais e minérios e químicos (medicamentos, em doses ou acondicionados para venda a retalho). Já as principais importações contemplam metais comuns (produtos ferrosos obtidos por redução direta dos minérios de ferro, numa percentagem total de 93,8% destas importações) químicos e produtos agrícolas.

Estatísticas de Relacionamento Económico de Portugal com a Venezuela

Esta e outras informações podem ser consultadas aqui.

aicep Portugal Global